Menu

domingo, 27 de setembro de 2020

Quanto custaram os estádios para a Copa da Fifa? Veja a lista e valores

Sugestão de leitura de Rubens Pontes, do Portal DOPC

O da sede da Ilha da Fantasia ficou 201% mais caro.

– Arena Amazônia,  47% mais caro. 
De R$ 515 milhões para R$ 757 milhões;

– Arena da Baixada (Curitiba-PR), 44% mais caro. 
De R$ 184,5 milhões para R$ 265 milhões;

– Arena Dunas (Natal-RN), 30% mais caro. 
De R$ 320 milhões para R$ 417 milhões. O governo do Rio Grande do Norte terá que pagar ainda contrapartidas por mais 20 anos ao custo total R$ 1,28 bilhões;

– Arena Fonte Nova (Salvador-BA), 17% mais caro. 
De R$ 591 milhões para R$ 689 milhões. O governo da Bahia terá que pagar contrapartidas por mais 35 anos;

– Arena Pantanal (Cuiabá-MT), 67% mais caro. 
De R$ 342 milhões para R$ 570 milhões;

– Arena Pernanbuco (Recife-PE), 32% mais caro. 
De R$ 491 milhões para R$ 650 milhões;

– Arena Beira Rio (Porto Alegre-RS), 154 % mais caro. 
De R$ 130 milhões para R$ 330 milhões;

– Castelão (Fortaleza-CE), 30% mais caro. 
De R$ 400 milhões para R$ 519 milhões;

– Itaquerão (São Paulo-SP), 22% mais caro. 
De R$ 820 milhões para R$ 1 bilhão;

– Mineirão (Belo Horizonte-MG), 63% mais caro. 
De R$ 426 milhões para R$ 695 milhões;

– Maracanã (Rio de Janeiro-RJ), 29% mais caro. 
De R$ 932 milhões para R$ 1,2 bilhões;

– Estádio Nacional Mané Garricha (Brasília- DF), foto abaixo, 201% mais caro. 
De R$ 631 milhões para R$ 1,6 bilhões e, segundo o TCU (Tribunal de Contas da União), o rombo chegará a R$ 1,9 bilhões.

O Mais caro de todos

Mas você, que leu tudo isso aí, goste ou não de futebol, trate de acertar suas contas com o leão até o dia 30 de abril e pagar os exorbitantes impostos deste país.

O governo gastão precisa de muita grana pra bancar as empreiteiras.
Afinal elas bancam as campanhas políticas dos que mandam. E desmandam.

Fonte: www.bol.uol.com.br – 21/3/2014

Comentários