Menu

sexta, 17 de novembro de 2017

Diagonal, coluna do Oleari – Carlos Meneguel recebe ex-goleiro André Manz neste sábado

Meu Vinho, Minha Vida

O empresário Carlos Meneguel recebe com um churrasco em Jacaraípe, Serra/ES, o ex-goleiro e atual produtor dos vinhos Manz, André Manz (foto).

A história curiosa do ex-goleiro que queria fazer vinhos apenas para consumo próprio e para os amigos começou quando ele comprou uma pequena vinha na vila de Cheleiros, Oeste de Portugal, em 2004.

Acabou descobrindo que a região tinha uma história remota de produção de vinhos e uma uva, a Jampal, considerada já em extinção.

Foi aconselhado  a substituir por outras castas, conselho que ele não aceitou, decidido a investir na recuperação não só da Jampal,
como de outras uvas históricas da região.

Resultado: iniciou um projeto de de reprodução, começou a fazer vinhos que surpreenderam a todos e ele se tornou uma celebridade no mundo do vinho, colocando alguns dos seus entre os melhores da atualidade.

A foto é um registro do lançamento dos vinhos de André Manz em Vitória/ES, numa visita do representante no Brasil, Raul Silva, convidado de Carlos Meneguel.


Entre outros, Olício Carone, Rogerio Baracho, Antonio Carlos Leite, Douglas Chamon, Marli Siqueira, Raul Silva, o homem da Manz no Brasil, e o blogueiro Silvestre Tavares.

Degustação na Casa do Porto de São Paulo

Quem informa é o
empresário Péricles Gomes:

– “Aconteceu no dia 21 passado, na Casa do Porto, degustação dos vinhos portugueses produzidos na Quinta de Santa Eufemia. Os clientes foram recebidos pelo simpático e acolhedor proprietário e enólogo desta Quinta, Pedro Carvalho. Agradecemos a presença de todos. E aguardem, pois logo teremos outras degustações”.

Raúl Pérez

 – “Pouca gente já ouviu falar do enólogo Raúl Pérez (foto) , a nova sensação dos vinhos espanhóis. Ele produz uma linha de vinhos artesanais, com volumes restritos a partir de castas como Albariño, Mencía, Bastardo, e mais algumas autóctonas na D.O. de Noroeste da Espanha.

Seus principais rótulos são Sketch, El Pecado, Ultreia St. Jacques e mais alguns outros. Defensor de que o vinho é feito na vinha, se utiliza de várias estratégias para descobrir a verdadeira voz da vinha. Robert Parker lhe concedeu 98 pontos no vinho El Pecado, para a safra 2007, além de tecer elogiosos comentários sobre seu produtor:

– “Os vinhos extraordinários de Raúl Perez tem que ser provados para ser acreditados. As palavras simplesmente não podem fazer-lhe justiça. O problema é que eles são produzidos em quantidade minúscula”, disse Parker.

Baronesa Philippine de Rothschild

Faleceu em 22 agosto passado a grande dama do vinho de Bordeaux, Baronesa Philippine de Rothschild. Uma frase dela:      

– “Aprendi muito sobre o comércio de vinho nos 10 anos que fiquei à frente da marca, no Brasil.”  (Péricles Gomes).

Comentários