Menu

segunda, 28 de setembro de 2020

Gutman Uchôa de Mendonça: A lábia de José Dirceu

Nos oito anos analisados, a JD Assessoria e Consultoria teve seu maior faturamento (cerca de R$ 7 milhões) em 2012, ano em que o ex-ministro da Casa Civil foi condenado no mensalão. 

No ano seguinte, em que ficou preso em Brasília, a empresa teve receita de R$ 4,16 milhões.

Nada, nada mesmo, tem me indignado tanto do que esse pilhar imoral que esse amontoado de assaltantes tem provocado na instituições públicas brasileiras, presentemente nesse escândalo do petrolão, essa tragédia que refinados ladrões, com suas desfaçatez, tem provocado no maior empreendimento empresarial estatal nacional, a Petrobras.

Aplaudi, aplaudo, aplaudirei entusiasticamente, as ensurdecedoras manifestações contra esse sistema canceroso politico que tomou de assalto a nação, sem dó nem piedade das instituições.

No episódio do inquérito Lava Jato, onde salta o brilhantismo do trabalho levantado pela Policia Federal, surge o mais vergonhoso destaque, envolvendo esse senhor sem escrúpulos, José Dirceu que, mesmo preso, condenado no processo do mensalão, recebeu R$ 29 milhões em oito anos, de empresas envolvidas no processo de corrupção da Petrobras…

No relatório da receita Federal que analisa o inquérito do processo Lava jato diz que a empresa de consultoria da ex-ministro Jose Dirceu recebeu R$ 29,3 milhões entre 2006 e 2013, ao analisar a evolução financeira dos negócios dele.

Nos oito anos analisados, a JD Assessoria e Consultoria teve seu maior faturamento (cerca de R$ 7 milhões) em 2012, ano em que o ex-ministro da Casa Civil foi condenado no mensalão. No ano seguinte, em que ficou preso em Brasília, a empresa teve receita de R$ 4,16 milhões.

Como se recordam, o ex-ministro na gestão Lula, foi sentenciado a dez anos e dez meses de prisão. Ficou menos de um ano em regime fechado e agor a está em prisão domiciliar.

O documento com a quebra de sigilo bancário e fiscal de Dirceu foi incluído no dia 17 último (março) na ação penal em que ele é investigado na Operação Lava jato, que investiga o esquema de corrupção na Petrobras, sob a solicitação do Ministério Público Federal.

O juiz federal que preside o inquérito sobre corrupção da Petrobras, Sergio Moro, também suspendeu o sigilo ao processo de Dir ceu, sob a justificativa de que há interesse público em supostos crimes praticados contra a administração pública.

A indignação maior que nos acomete é saber que esse indivíduo, sem um pingo de escrúpulos, mesmo preso na Penitenciária de Papuda, com uma montanha de dinheiro em conta, pediu ajuda a companheiros petistas para pagar a multa que lhe foi imposta pela Justiça, pelos crimes cometidos contra o patrimônio público e, interessante, teve suas ”súplicas” atendi das pelos petistas idiotas que continuam acreditando na sua lábia…

Gutman Uchôa de Mendonça é jornalista

Comentários