Menu

quarta, 30 de setembro de 2020

Uma fábula: o homem, o joalheiro e o cheque – Sessão Abobrinha






Um homem de cabelo branco entrou em uma joalheria numa noite de sexta-feira com uma bela jovem ao seu lado. 

Ele disse ao joalheiro que queria um anel especial para sua namorada.

O joalheiro olhou em seu estoque e encontrou um anel de R$ 5.000,00. O homem disse: 

– “Não, eu gostaria de ver algo muito mais especial.”

O joalheiro foi foi procurar em seu estoque especial no cofre e trouxe um outro anel. 

– “Este custa R$ 40.000,00”, disse. 

Os olhos da jovem brilharam e todo o seu corpo tremia de emoção.

– “Eu vou levar!”, exclamou o homem.

O joalheiro perguntou como o pagamento seria feito, e o homem disse: 

– “Vou pagar em cheque, mas eu sei que você precisa verificar se eu tenho fundos. Então fazemos assim: eu lhe dou o cheque agora, e você pode ligar para o banco na segunda-feira. Depois que falar com eles eu venho aqui e pego o anel”.

Na segunda-feira, o joalheiro liga para o homem dizendo:

–  “Senhor, não há dinheiro na sua conta! O cheque não tem fundos!”

E o homem de cabelo branco:

– “Eu sei, eu sei, mas deixa eu te contar do final de semana que eu tive!”




Sessão
Abobrinha

Comentários