Menu

sexta, 17 de novembro de 2017

Terça-feira, 15, quinto dia do 22º Festival: Mostras Competitivas de Curtas e Longas

A noite de terça-feira (15) do 22º Festival de Cinema de Vitória traz para o público capixaba a última exibição de filmes em três Mostras Competitivas: a Corsária, de filmes mais autorais e experimentais, a Nacional de Curtas e a Nacional de Longas-metragens. 

Cada Mostra premia os melhores filmes eleitos pelo júri técnico em categorias específicas e também pelo voto do júri popular que, ao final de cada sessão, escolhe seu filme favorito. Os premiados serão conhecidos na quarta-feira. Toda a programação do festival tem entrada gratuita.

Mostra Corsária
A primeira sessão de terça-feira no Theatro Carlos Gomes começa às 17h com a exibição de seis curtas da Mostra Corsária, que apresenta filmes de caráter mais autoral e experimental. 

O nome da Mostra homenageia o filme Alma Corsária, de Carlos Reichenbach 
(1945-2012).

Entre os exibidos está o capixaba “Casa de Gêmeos”, de Renato Miranda; o paraibano “Aqueles que ficam”, de Arthur Lins; o cearense “de terça pra quarta”, de Victor Costa Lopes; o carioca “Javaporco”, de Leandro das Neves e Will Domingos; o mineiro “Como são cruéis os pássaros da alvorada”, de João Toledo; e o paranaense “Action Painting nº 1/nº2”, de Krefer e Turca, que se divide em dois episódios e nasce de uma brincadeira que combina sexo com a pintura de Jackson Pollock. O júri técnico premiará três filmes da Mostra com o Troféu Vitória, sem ordem de classificação.

Mais curtas nacionais
Na sequência da programação, o público confere mais seis curtas-metragens que estão na Mostra Competitiva Nacional de Curtas. Entre eles, há o ainda inédito em festivais “Antes dessa guerra”, de Lucas Camargo de Barros e Nicolas Thomé Zetune; e o “Eu queria ser arrebatada, amordaçada e, nas minhas costas, tatuada”, de Andy Malafaia (RJ), que tem a atriz capixaba Fabíola Buzim no elenco e participou da seleção oficial do Festival des Filmes du Monde Montreal 2015, no Canadá.


Além do capixaba “Planície”, de Gabriel Perrone, e “Sem coração” (foto à direita), de Nara Normande e Tião, que recebeu o Prêmio de Melhor Curta-Metragem na Quinzena dos Realizadores 2014 do Festival de Cannes, está na seleção do dia

“Virgindade” (foto à esquerda), de Chico Lacerda, selecionado para a Competitiva de Curtas do Festival de Gramado, uma mescla de ficção com documentário para mostrar as primeiras lembranças sexuais do diretor e narrador, desde a infância.

Os diretores vão participar de um debate mediado pelos curadores do Festival sobre os filmes exibidos na manhã de quarta-feira (16). O debate é aberto ao público, às 11h no Hotel Senac Ilha do Boi.

Longa mineiro na Competitiva

Primeiro longa-metragem assinado sozinho pelo diretor André Novais Oliveira, “Ela volta na quinta” chama a atenção por reunir a família e o próprio diretor no elenco. 
 Pai e mãe (protagonistas), irmão, o diretor e as namoradas dos irmãos fazem parte do elenco, e seus personagens usam seus nomes reais na narrativa, que mostra o desfacelamento matrimonial. 
Ainda assim, o filme não é documental nem claramente autobiográfico, ele ficcionaliza a família na trama. O filme será exibido às 21 horas, encerrando a programação de terça-feira.

O diretor participará, na manhã de quarta-feira (16), de um debate mediado pelos curadores do festival sobre os filmes exibidos. O bate-papo acontece às 12h, no Hotel Senac Ilha do Boi.

Festival de Cinema de Vitória

O 22º Festival de Cinema de Vitória é uma realização da Galpão Produções e do Instituto Brasil de Cultura e Arte (IBCA) e conta com o patrocínio do Ministério da Cultura através da Lei Rouanet, da Petrobras, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Rede Gazeta, com parceria da Secretaria de Estado da Cultura do Espírito Santo e da Prefeitura Municipal de Vitória, além do apoio institucional do Instituto Sincades e do apoio do Canal Brasil, CiaRio, DOT, Mistika, Cinecolor, Link Digital, Cesan, Ufes, Sebrae e site Adoro Cinema.

Programação:

Terça-Feira (15/9)

9h – 16º Festivalzinho de Cinema – Cineclube Metrópolis (Ufes)

● 11h – Debate da 19ª Mostra Competitiva Nacional de Curtas e 4ª Mostra Corsária – Hotel Senac Ilha do Boi

● 12h – Coletiva da 5ª Mostra Competitiva Nacional de Longas – Hotel Senac Ilha do Boi

● 14h – Oficina de Cinema LGBT Pós-Stonewall com Christian Petermann – Hotel Senac Ilha do Boi

● 14h – Masterclass Cocriativa: “Novos caminhos para webséries brasileiras” (aberta ao público)- Hotel Senac Ilha do Boi

● 14h – 16º Festivalzinho de Cinema – Cineclube Metrópolis (Ufes)

17h – 4ª Mostra Corsária – Theatro Carlos Gomes

CASA DE GÊMEOS (a esquerda), de Renato Miranda (ES, FIC/10 min.)


AQUELES QUE FICAM (à direita), de Arthur Lins (PB, FIC/23 min.)

DE TERÇA PRA QUARTA (foto à esqeurda), de Victor Costa Lopes (CE, FIC/13 min.)

ACTION PAINTING NO. 1 / NO. 2, de Krefer e Turca (PR, EXP/7 min.)

JAVAPORCO, de Leandro das Neves e Will Domingos (RJ, FIC/13 min.)

COMO SÃO CRUÉIS OS PÁSSAROS DA ALVORADA, (foto abaixo), de João Toledo (MG, FIC, 22 min.) 









19h – 19ª Mostra Competitiva Nacional de Curtas – Theatro Carlos Gomes

PLANÍCIE (à esquerda), de Gabriel Perrone (ES, FIC/15 min.)



ANTES DESSA GUERRA (à direita)), de Lucas Camargo de Barros e Nicolas Thomé Zetune (SP, FIC/23 min.) 

VIRGINDADE, de Chico Lacerda (PE, DOC/16 min.) Link para as fotos: http://migre.me/qX7ok



SEM CORAÇÃO, de Nara Normande e Tião (PE, FIC, 25 min.) Link para as fotos: http://migre.me/qX7kn


EU QUERIA SER ARREBATADA,
AMORDAÇADA E, NAS MINHAS COSTAS, TATUADA (a esquerda), de Andy Malafaia (RJ, FIC/17 min.) 



21h – 5ª Mostra Competitiva Nacional de Longas – Theatro Carlos Gomes


ELA VOLTA NA QUINTA (à direita), de André Novais Oliveira (MG, FIC/108 min.)

SERVIÇO

22º Festival de Cinema de Vitória
Data: de 11 a 16 de setembro
Locais:
– Theatro Carlos Gomes – Centro – Vitória
– Cineclube Metrópolis – Ufes – Vitória
– Hotel Senac – Ilha do Boi – Vitória

ENTRADA FRANCA!

Enviado por Ingrid Pagani) 

Comentários