Menu

segunda, 20 de novembro de 2017

Mostra de Cinema e Direitos Humanos faz debates depois dos filmes – Atualizada, novas fotos


10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo exibe 40 filmes em Vitória até 8 de dezembro



Gabriela Santos Alves, uma das debatedoras da mostra



O Cine Metrópolis, na UFES, também é palco de debates após os filmes em várias sessões da 10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo. A Mostra começou hoje, vai até dia 8 de dezembro, e exibe filmes com temas de Direitos Humanos com questões atuais urgentes e importantes para discussão.

Amanhã, dia 4/12, sexta-feira, teremos nossa primeira sessão com debate após o filme. O debate ocorrerá após o filme Correntes que será exibido na sessão das 20 horas.

Para o debate teremos a presença do professor do Departamento de Comunicação Social da UFES, Alexandre Curtiss.

Na terça-feira, dia 8/12. o debate será feminista e voltado às questões de gênero. Após os filmes da sessão das 20 horas, teremos duas convidadas que atuam nas sessões cineclubistas das Terças Feministas que ocorrem uma terça-feira por mês no Cine Metrópolis – UFES.

A última sessão da 10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo – Vitória/ES, que traz os curtas Léo, de Mariani Ferreira, e Habita-me se em ti transito, de Claudia Rangel, se encerra com o filme Quem matou Eloá?, de Lívia Perez.

Como será a sessão de encerramento da Mostra e cairá em uma terça-feira, a 10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo – Vitória/ES faz uma parceria com as participantes e organizadoras das Terças Feministas e dedica sua última sessão ao debate sobre a questão da violência contra a mulher.

Assim, será encerrada a mostra e também o ano da Terça Feminista, que desde abril de 2015, vem construindo este espaço de protagonismo tão importante para todas as mulheres que dele se apropriam.

Através dos filmes e seus temas, tão urgentes sobre a vida das mulheres e suas lutas, elas discutem e se encontram em sessões cineclubistas, nas quais a produção do conhecimento sobre o feminismo dá o tom e aponta caminhos de desconstrução de conformações sobre o gênero feminino em um dos estados mais violentos contra as mulheres no país.

Todas e todos são convidados para estes dois dias de debates que ocorrerão na 10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo – Vitória/ES.
A entrada é franca e teremos o maior prazer de receber a todas e todos!

Sinopses dos filmes.

Sexta-feira, dia 4/12, sessão das 20h:

Correntes, de Caio Cavechini, Ivan Paganotti e Evelyn Kuriki (Doc /Brasil/2006/58min)

O doc foca nas experiências dos que combatem a escravidão nas Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste do Brasil. Ele apresenta as experiências e o cotidiano dos representantes da sociedade civil, de instituições e de entidades governamentais enquanto tenta refletir sobre as vitórias e desafios do combate à escravidão.

Terça Feira, dia 8/12, sessão das 20h:
Léo, de Mariani Ferreira (Ficção / Brasil / 2015 / 15min.)
Rodrigo não aceita a homossexualidade do irmão caçula, Léo. Por isso, provocará uma tragédia da qual os dois serão as maiores vítimas.
Habita-me se em ti transito, de Claudia Rangel (Doc. / Brasil / 2014 / 22min.)
Sinopse: Apresenta 10 entrevistados em situação de rua em Juiz de Fora (MG). No discurso oral e pelas imagens, o filme aborda a sobrevivência nos espaços urbanos, a relação dos entrevistados com o entorno, o vício do álcool e do crack, a prostituição e a vulnerabilidade desta parcela marginalizada da população.

Quem matou Eloá, de Lívia Perez (Doc. / Brasil / 2015 / 24 min.)
Sinopse: “Quem matou Eloá?” traz uma análise crítica sobre a espetacularização da violência e a abordagem da mídia televisiva nos casos de violência contra a mulher, revelando um dos motivos pelo qual o Brasil é o sétimo num ranking de países que mais matam mulheres.

Debatedores


Sessão de sexta-feira:

Alexandre Curtiss Alvarenga é professor do Departamento de Comunicação Social/Cinema e Audiovisual da UFES desde 1989. 

Graduado em Jornalismo/UFMG, Mestre em Multimeios/UNICAMP e Doutor em Comunicação e Cultura/UFRJ desenvolveu atividades de cineclubismo, crítica de cinema e coordena o Grupo de Estudos Audiovisuais (GRAV)/UFES) há onze anos, incentivando e participando de atividades de pesquisa e extensão, organização de mostras, grupos de estudos temáticos e seminários concernentes às práticas cinematográficas e audiovisuais em geral.

Tem como objeto preferencial de pesquisa nessa área o estudo de aspectos sociopolíticos, históricos e teóricos do cinema, enquanto prática social e linguagem, cinema autoral, teoria do documentário, cinema do Leste Europeu. Desenvolveu também estudos sobre relações entre cinema e literatura. 

Atualmente suas pesquisas apontam para o estudo do documentário político-social português “do 25 de Abril à crise da globalização”, e para o cinema soviético “do degelo ao fim da URSS”.

Sessão de terça-feira

Ana Lucia Rezende, feminista socióloga, integrante do Coletivo Femenina e uma das organizadoras e participante das Terças Feministas.

Gabriela Santos Alves, doutora em Comunicação e Cultura (UFRJ), professora do Departamento de Comunicação Social e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Territorialidades (UFES), curadora da Terça Feminista, cineclube que tem por objetivo promover e incentivar o debate em torno de temáticas sobre a mulher e o feminismo.

A 10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo é uma edição comemorativa, que celebra esta iniciativa de fortalecimento e disseminação da cultura e da educação em Direitos Humanos. 

Ela foi lançada para celebrar o aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas, em 10 de dezembro de 1948.

Programação:

3 de dezembro (quinta-feira) – Sessão Especial para Convidados

18h – Abraço de Maré, Victor Ciriaco , 16 min., Doc , Brasil, 2013
Betinho – A Esperança Equilibrista, Victor Lopes, 89 min.,Doc, Brasil, 2015, Livre

4 de dezembro (sexta-feira)

14h – 500 – Os bebês roubados pela ditadura argentina, Alexandre Valenti, 100 min., Doc, Argentina – Brasil, 201, 12 anos

16h – A Visita, Leandro Corinto, 8 min., Ficção, Brasil, 2014, Livre
Alma da Gente, Helena Solberg e David Meyer, 83 min., Doc, Brasil, 2013, 10 anos

18h– Cartas do Desterro, Coraci Ruiz e Julio Matos, 15 min., Doc, Brasil, 2014, Livre
Sobre Coragem, Guilherme Xavier, 23 Min., Doc, Brasil, 2014, 12 anos
Porque temos esperança, Susanna Lira, 71 Min., Doc, Brasil, 2014, 14 anos

20h – Correntes, Caio Cavechini, Ivan Paganotti e Evelyn Kuriki, 58 min., Doc, Brasil, 2006, 12 anos

5 de dezembro (sábado)

14h– Na Direção do Som, Jonathan Gentil e Pedro Prado, 15 min., Doc, Brasil, 2013, Livre
Ninguém Nasce no Paraíso, Alan Schvarsberg, 25 Min., Doc, Brasil, 2015, Livre
Félix, o Herói da Barra, Edson Fogaça, 72 min., Doc, Brasil, 2015, Livre

16h – Numa Escola de Havana, Ernesto Daranas, 90 min., Ficção, Brasil, 2012, 12 anos

18h- Nunca Mais Cochabamba, 11 de janeiro de 2007, Roberto Alem, 52 min., Doc , Bolívia, 2007, Livre

20h – Gigantes da Alegria, Ricardo Rodrigues e Vitor Gracciano, 15 min., Doc, Brasil, 2014
Encantados, Tizuka Yamazaki, 78 min., Ficção, Brasil, 2014

6 de dezembro (domingo)

14h – O Plantador de quiabos, Coletivo Santa Madeira, 15 min., Ficção, Brasil, 2010, Livre
Procura-se Janaína, Miriam Chnaiderman, 54 min., Doc, Brasil, 2007, Livre

16h – Do meu lado, Tracisio Lara Puiati, 14 min., Ficção, Brasil, 2014, Livre
Colegas, Marcelo Galvão, 103 min., Ficção, Brasil, 2013, Livre

18h– O Muro é Meio, Eudualdo Monção Jr., 15 min., Doc, Brasil, 2014, 10 anos
Branco Sai, Preto Fica, Adirley Queirós, 93 min., Ficção, Brasil, 2015, 12 anos

20h – Submarino, Rafael Aidar, 12 min, Ficção Brasil, 2015, 12 anos
Quando meus pais não estão em casa, Anthony Chen, 99 min, Ficção, Singapura, 2013, 12 anos

7 de dezembro (segunda-feira)

14h– Nau Insensata, Cristiano Sidoti, 15 min., Brasil, Doc, 2014, Livre
Do Outro Lado da Cozinha, Jeanne Dosse, 40 min., Doc, Brasil, 2013

16h – Eu não quero voltar sozinho, Daniel Ribeiro e Diane Almeida, 17 min, Ficção, Brasil, 2010, Livre
Quando a casa é a rua, Theresa Jessouroun, 35 min, Doc , Brasil, 2012, Livre

18h – Meu Amigo Nietzsche, Fáuston da Silva, 15 min., Ficção, Brasil, 2012, Livre
Silêncio das Inocentes, Ique Gazzola, 52 min., Doc, Brasil, 2010, 12 anos

20h – Sandrine, Elen Linth e Leandro Rodrigues, 12 min, Ficção, Brasil, 2015, 16 anos
À queima roupa, Theresa Jessouroun, 90 min, Doc, Brasil, 2014, 16 anos

8 de dezembro (terça-feira)

14h – O Contador de Histórias, Luiz Villaça, 110 min., Ficção, Brasil, 2009, 12 anos

16h – Pele, um real, Aline Guimarães, 15 min., Ficção, Brasil, 2015, Livre
Muito Além do Peso, Estela Renner, 90 min., Doc, Brasil, 2012, Livre

18h– Memórias para uso diário, Beth Formaggini, 80 min., Doc, Brasil, 2007, 12 anos

20h- Léo, Mariani Ferreira, 15 min., Ficção, Brasil, 2015, 14 anos
Habita-me se em ti transito, Claudia Rangel, 23 min., Doc, Brasil, 2014, 14 anos
Quem matou Eloá?, Lívia Perez, 24 min., Doc, Brasil, 2015, 16 anos

Serviço:
10ª Mostra Cinema e Direitos Humanos no Mundo
Local: Cine Metrópolis (UFES)
Endereço: Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras, Vitória/ES
Data: 3 a 8 de dezembro (quinta a terça-feira)
Horário: Consultar Programação
Ingressos: Grátis
Lotação: 240 lugares
Classificação Indicativa: Consultar Programação
Realização: Governo Federal e ICEM – Instituto Cultura Em Movimento.

Mais informações pelos telefones:
+55 21 3804.5600 (Instituto Cultura Em Movimento)
+55 61 2027.3941 (Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República – Ascom)

Saskia Sá: Produtora no Espírito Santo – Horizonte Líquido Produções Culturais : 27 9 9277-1727 – [email protected]

Comentários