Menu

sbado, 18 de novembro de 2017

Toro Blanco, cadápio atrativo para almoço e jantar, bons preços, lugar muito agradável

Pratos individuais do almoço custam de R$17,00 a R$49,00 reais. Um dos destaques do cardápio é a “Costela Barbecue” – costelinha de porco assada ao molho barbecue da casa, acompanhada de arroz de salsa e farofa (R$19,00).

Por Letícia Passos


Aberto há cerca de dois meses, o restaurante Toro Blanco, do empresário Felippe Coelho, tem movimentado a região de Santa Lúcia, Vitória/ES, tanto no horário do almoço, por suas opções variadas e saladas, quanto à noite, com música ao vivo e um cardápio recheado de petiscos e pratos especiais, inspirados na cozinha espanhola e contemporânea.

Para o almoço, são mais de 10 pratos executivos, que, além da carne e do acompanhamento, podem ter mais 10 itens do buffet de salada, à vontade. Os pratos, que são individuais, possuem valores entre R$17,00 e R$49,00 reais. 

Um dos destaques do cardápio é a “Costela Barbecue”, uma costelinha de porco assada ao molho barbecue da casa, acompanhada de arroz de salsa e farofa (R$19,00). Outra opção é o tradicional estrogonofe – de boi ou de frango – a R$19,00.

O “Escalope de Madri” agrada aos fanáticos por arroz, carne e batata frita. Ele é composto por escalopes de carne temperados com ervas e grelhados, regados com molho gorgonzola e acompanhado de arroz branco e batatas fritas (R$27,00). 

Outra boa escolha é o “Filé à Toreiro”, que leva bife de contrafilé na chapa, coberto com lâminas crocantes de bacon, ovo estrelado, arroz branco e batata frita (R$24,00). Além destas, o menu conta com opções que levam salmão, picanha e cordeiro. 
E, de segunda a quinta, tem ainda uma “sugestão do chef”, que possui o valor fixo de R$17,00.

Massas

Para apreciadores de uma boa massa, o menu conta com quatro opções, dentre elas o espaguete à bolonhesa (R$22,00) e o penne ao molho gorgonzola com isca de filé mignon (R$29,00). 

Quem preferir incrementar o prato, pode pedir um grelhado para acompanhar, podendo ser: filé de picanha (R$19), filé de frango (R$10), filé de tilápia (R$19), dentre outros. E tem ainda os acompanhamentos extras: arroz piamontese (R$12), legumes salteados na manteiga (R$12), tiras de bacon (R$6) e até risoto de funghi (R$26). Os acompanhamentos e os grelhados podem ser acrescentados em qualquer prato.

Sobremesas

O cardápio do almoço também conta com sobremesas. A “Maçã del Toro”, uma combinação de doce de maçã com sorvete de creme coberto com nutella e farofa de castanhas (R$22,00) e o “Málaga Brownie”, uma receita exclusiva do restaurante, de brownie meio amargo servido com calda de banana feita na redução de vinho e pimenta leve (R$17,00) são as opções.

À noite

Para a noite, o cardápio fica ainda mais amplo, com uma seção de entradas, hambúrgueres da casa, petiscos, pratos especiais com carnes, além de risotos, massas, peixes e sobremesas. Nas entradas, um dos mais pedidos é o “Steak Tartare” (R$35, foto). 

– “Por se tratar de carne crua temperada, os clientes ficam curiosos. Ele se tornou uma das entradas prediletas aqui no restaurante. Nosso chef aprendeu a receita com um legítimo francês”, contou o proprietário Felippe Coelho.

Os hambúrgueres também são sucesso no cardápio da casa, como o “Toro Burger” (foto à esquerda), feito com hambúrguer de costela bovina com tartare de tomate, rúcula e queijo gruyere (R$28). 


As outras duas opções são o “Toro Cheese” (foto à direita), um hambúrguer coberto com melt de queijo prato e salada com mostarda (R$22), e o “Toro Hongos”, um hambúrguer da casa com gorgonzola, cogumelos paris e ervas (R$35, foto abaixo). 


Todos acompanham batatas rústicas quebradas na mão. 


Na seção de petiscos, destacam-se o clássico “Camarões ao alho e óleo” e o “Polpetines”, recheados com bastante queijo gouda.

Dentre as carnes preparadas na chapa, estão o “Steak Bull”, composto por um tornedor de filé mignon com molho madeira e fritas (R$52), e ainda o “Steak Poivre”, um steak de filé mignon com demi glace picante e fritas (R$54). 

Para quem gosta de risoto, tem o “Risoto de Mar” (foto), feito de camarões com alho poró e queijo grana padano (R$53), e o risoto de funghi com costela de cordeiro ao vinho e um toque de hortelã (R$64). 

Estes pratos servem uma pessoa, exceto o “Pescado”, que serve bem duas pessoas e leva peixe vermelho assado em crosta de sal grosso servido com batatas rústicas (R$67,00).

As sobremesas da noite também são diferenciadas, como o “Jardinera”, um sorvete de açafrão na jardineira de frutas, salteadas com mel e alecrim (R$23,00), e o “Dulce Scoth”, um brownie com sorvete de creme e calda de butterscoth – uma calda feita da caramelização do açúcar mascavo com manteiga (R$24).

O Toro Blanco ainda apresenta uma carta de cervejas artesanais e drinks diferenciados. A casa inaugurou sob o comando do Chef Sylfarney Romano.

Paella aos sábados

O Toro Blanco lançou, recentemente, o seu almoço com a paella espanhola. Sempre aos sábados, a partir das 12 horas, a paella é preparada ao vivo aos olhos do público na tradicional panela de um metro de diâmetro, que atende até 80 pessoas por vez. De 15 em 15 dias, terá sempre um chef convidado, que revezará com o chef da casa, Sylfarney Romano.

– “Todo sábado receberemos os frutos do mar que compõem a nossa paella valenciana, selecionados e vivos, garantindo a excelência do frescor, qualidade e sabor. A ideia é promover um almoço diferente e animado, num ambiente agradável, com boa carta de vinho e drinques especiais, além de uma experiência gastronômica inesquecível”, ressaltou Felippe Abreu Coelho, proprietário do Toro Blanco.

Além do prato principal, que é a paella espanhola, todos os sábados terá uma entrada surpresa preparada pelo chef da casa, Sylfarney Romano. Dentre elas, lagosta gratinada, camarões e tapas. O valor da paella é R$59,00 (prato individual) e a entrada do chef está incluída.

Serviço:
Toro Blanco – Av. Rio Branco, nº 403, Santa Lucia, Vitória/ES. 
Horário: segunda e terça, das 11 às 15h, quarta, quinta e sexta, das 11 às 15h, e das 18 à meia noite; sábado e domingo, das 12 às 16h e das 18 à meia noite. 
(27)3376-6744.

Pitaco do Oleari

A ambientação do restaurate é muito agradável. Muito bom gosto. O jovem empresário Felipe Coelho, percebe-se, criou uma casa com todos os ótimos ingredientes para ficar nomercado por muito tempo. E o bairro Santa Lúcia ganhou um buteco dusbão, com DNA para figurar em qualquer bairro das grandes casas. 

Em Vitória/ES, principalmente entre o público padrão A e B, criou-se o hábito de se dizer algumas bobagens assim: “Uma casa padrão Praia do Canto”. 

Como se a Praia do Canto só tivesse casas top de linha em conforto, bom atentidmento, bom gosto, bons petiscos, boa comida. O que não é verdade.

Toro Blanco é uma casa no ponto certo. Falsa modéstia à parte, o título que dei a esta matéria expressa o que a casa é (Oswaldo Oleari).

Comentários