Menu

sexta, 17 de novembro de 2017

Mostra de Teatro leva produções capixabas de Dança, Teatro e Circo a Anchieta, litoral Sul do ES

Uma semana de programação gratuita na sede do Grupo de Teatro Rerigtiba com espetáculos, oficinas e intercâmbios 

Três anos depois de sua primeira edição, a Mostra de Teatro – 2ª edição reunirá, de 19 a 24 de junho, na sede do Grupo Rerigtiba, diversos grupos das Artes Cênicas do Espírito Santo. 
São peças de teatro, espetáculos de dança, circo, além de ações voltadas para a formação e o intercâmbio. As atividades são gratuitas e voltadas para todas as idades.

Distribuídos em diferentes atividades, estarão presentes na mostra os grupos: Boyásha; Repertório Artes Cênicas e Cia.; Grupo Estripolia; Grupo de Teatro Rerigtiba; Cia. Circo Teatro Capixaba; Cia. Urucum; e Balé da Ilha Cia de Dança. Programação completa no final deste texto.

Para participar dessa maratona teatral, inclusive para garantir ingressos para as apresentações, é necessário fazer reservas pelo telefone (28) 3536-2063, já que os lugares são limitados.


Segundo a produtora do Grupo Rerigtiba, Telma Amaral, as atividades propostas pelos grupos que participam da Mostra de Teatro – 2ª edição são provenientes de projetos contemplados nos editais de 2016 da Secretaria de Cultura (Secult), seja para circulação de espetáculo, seja para execução de oficinas e intercâmbios.

Sem recursos específicos para o evento, a iniciativa de concentrar apresentações que já passariam por Anchieta em uma única programação foi, portanto, a melhor saída para retomar a Mostra de Teatro, divulgar o trabalho dos grupos e movimentar a cena local.

– “Vários grupos que conhecem a gente pediram pauta na nossa sede. Como o Rerigtiba também foi contemplado com o ‘Uma Viagem no Tempo’, nós pensamos em sugerir que esses grupos viessem em uma mesma semana, em uma data em que todos pudessem, e realizaríamos a segunda edição da Mostra de Teatro. Todos toparam e outras propostas começaram a surgir e agregar ao evento”, explica Telma.

A primeira edição da mostra, em 2014, apresentou espetáculos do repertório do Grupo de Teatro Rerigtiba e, de lá para cá, apesar das dificuldades em realizar eventos desse porte, ficou a vontade de dar continuidade ao projeto, refletindo a necessidade e a importância de ações como essa para o cenário das artes cênicas no estado, principalmente fora da capital. 
– “A gente sabe que uma mostra como essa é muito importante para a nossa região. Em Guaçuí, tem o festival que o grupo Gota, Pó e Poeira organiza anualmente, mas, saindo de lá, não há outro, só em Vitória mesmo. Para nós, o ideal seria tornar essa mostra um evento anual e fazê-la crescer. Esse é o nosso desejo”, pontua a produtora.

Formação de plateia
Referência no município de Anchieta, o Grupo de Teatro Rerigtiba, que completa 24 de existência este ano e organiza a Mostra de Teatro – 2ª edição, reconhece a importância de seu papel na formação de plateia e na difusão da arte teatral na região. 

– “Todo ano temos atividades, fazemos apresentações gratuitas, promovemos temporadas e apresentações para escolas, então, também temos um projeto de formação de plateia. Ao mesmo tempo, sempre quando nos apresentamos aqui, vem gente de Guarapari, Piúma, Alfredo Chaves e outros municípios”, destaca Telma.

Pensando em ampliar também o caráter formativo da mostra, serão realizadas oficinas e atividades de intercâmbio. Toda são gratuitas e as inscrições podem ser feitas pelo telefone (28) 3536-2063. São elas: “Oficina MusicAção: A organicidade do Som encena” (Boyásha); “Workshop Gerenciamento e Autoprodução” (Grupo Estripolia); “Oficina de Bonecos com Materiais Recicláveis” (Grupo de Teatro Rerigtiba); e “Intercâmbio Manipulação dos Bonecos de Arame” (Cia. Circo Teatro Capixaba).

Programação Mostra de Teatro – 2ª edição
19 a 24 de junho (segunda a sábado) na sede do Grupo Rerigtiba: Avenida Oliveira 334, anexo A, Justiça II, Anchieta-ES (próximo a Secretaria de Ação e Desenvolvimento Social).

ENTRADA GRATUITA
Reservas: (28) 3536-2063

19/6
Oficina MusicAção: A organicidade do Som encena
9h às 18h – Boyásha
20/6
Espetáculo “Anjos e Abacates”
15h – Repertório Artes Cênicas e Cia.
Apresentação com tradução simultânea para Língua Brasileira de Sinais (Libras)

Workshop Gerenciamento e Autoprodução
18 às 21h – Grupo Estripolia

21/6
Espetáculo “Uma Viagem no Tempo”
13h30m – Grupo de Teatro Rerigtiba

Oficina de Bonecos com Materiais Recicláveis
15h30m – Grupo de Teatro Rerigtiba

22/6
Espetáculo “El Grand Circus Internacionale Calder”
15h – Cia. Circo Teatro Capixaba

Intercâmbio Manipulação dos Bonecos de Arame
18 às 20h – Cia. Circo Teatro Capixaba

23/6
Espetáculo “Embrincando”
1ª sessão: 9h / 2ª sessão: 14h – Cia. Urucum

24/6
Espetáculo “Teoria Geral da Fossa”
19h – Balé da Ilha Cia. de Dança

Sinopses dos espetáculos


“Anjos e Abacates” (Repertório Artes Cênicas e Cia.): O espetáculo conta a estória de quatro crianças de uma cidade de interior, num tempo perdido no meio do século passado. Esses meninos desfrutam de mais um dia de diversão em um quintal onde tudo pode acontecer, brincam de rádio, se aventuram com as estripulias do super-herói Saladina Braculê, se divertem com as molecagens dos vizinhos de muro, experimentam vitamina de abacate, se emocionam com o primeiro amor. A apresentação contará com tradução simultânea para Língua Brasileira de Sinais (Libras).

“Uma Viagem no Tempo” (Grupo de Teatro Rerigtiba): Morton e Madame Sofi são viajantes do tempo que estão em busca de um misterioso tesouro. Num planeta desértico, descobrem uma estranha criança que não sabe sorrir. O inusitado encontro desses três personagens vai despertar a esperança, a magia, a alegria, e desvendar o mistério de como as pessoas deixaram sua maior riqueza escorrer pelas mãos. De forma lúdica e divertida, o espetáculo nos convida a pensar nas atitudes importantes para preservar nosso mais valioso recurso natural: a água.

“El Grand Circus Internacionale Calder” (Cia. Circo Teatro Capixaba): O circo chegou na cidade para apresentar números internacionais nunca antes visto na América do Sul! Vamos levar o público ao mundo da imaginação com a graciosa baleia bailarina, o corajoso domador russo e sua fera indomável, a incrível atiradora de facas, o homem mais forte do mundo e o magnífico faquir das arábias. Apresentador e palhaço unidos para contar essa surpreendente história e alegrar a plateia! Mas algo acontece inesperadamente, deixando todos preocupados e buscando soluções inimagináveis para salvar o circo.

“Embrincando” (Cia. Urucum): Mariana é uma menina de castigo que precisa usar a imaginação para criar suas brincadeiras e personagens, interagindo com os espaços, objetos e músicas, inventando e vivendo suas próprias fantasias. Interrompida a todo momento por uma voz que dá ordens e broncas, Mariana abstrai e sempre cria formas de jogar e tornar seu castigo um momento de diversão e aprendizado.

“Teoria Geral da Fossa” (Balé da Ilha Cia. de Dança): Inspirado na vida e obra de Carmélia Maria de Souza, uma das mais importantes vozes da crônica capixaba. Desenvolvido por meio de pesquisa e construção de dança que utiliza o laboratório de improvisação como um instrumento para a criação, o espetáculo aponta ligações intrínsecas entre as crônicas de Carmélia, a Fossa e a Dança.

Sinopses das oficinas

“Oficina MusicAção: A organicidade do Som encena – Interpretando sons e seus reflexos no corpo e na voz” – será ministrada pelo grupo Boyásha no dia 19 de junho, das 9h às 18h. O projeto faz parte da Caravana “de Residência em Residência”, que circula pelas 10 regiões capixabas dialogando sobre os princípios de preparação, criação e gestão que envolvem o trabalho do grupo.

“Workshop Gerenciamento e Autoprodução” – será ministrado por Edson Nascimento, do Grupo Estripolia, no dia 20 de junho, das 18h às 21h. Com longa trajetória no Circo e no Teatro, Edson é graduado em Pedagogia e graduando em Música, é ator, palhaço, oficineiro de técnicas circenses, máscaras, teatro de rua e musicalização, performer, diretor, autor, compositor, dançarino, apresentador e produtor. Atualmente, é Coordenador de Teatro na escola profissionalizante de Teatro e Dança FAFI.

“Oficina de Bonecos com Materiais Recicláveis” – será ministrada pelo Grupo de Teatro Rerigtiba no dia 21 de junho, às 15h30.

A Oficina de Confecção de Bonecos com materias recicláveis é voltada principalmente para o público infantil. Essa atividade artística busca sensibilizar o participante e estimular sua criatividade aproximando esse público de experiências sensoriais e despertar seu interesse pela fruição da arte. 
As crianças confeccionam bonecos utilizando sucatas e material reciclável como: papelão de caixas, tampinhas de garrafas pet, sobras de lã e outros materiais. A oficina instiga a pesquisa, a manipulação e a reutilização de materiais, resgatando a magia da fabricação artesanal de brinquedos. A condução dessa atividade será feita por Andreia Damasceno com a assistência de Marcelle Ludgero.

“Intercâmbio Manipulação dos Bonecos de Arame” – será realizado pela Cia. Circo Teatro Capixaba no dia 22 de junho, das 18 às 20h, como um breve relato sobre o processo de criação dos personagens e suas construções em arame utilizados no espetáculo “El Grand Circus Internacionale Calder”, a manipulação direta dos bonecos, o diálogo entre os participantes, exercícios e brincadeiras de manipulação de objetos.

Com Paulo Gois Bastos – 27- 9 8134 – 6831
e Patricia Galleto – 27 – 9 8877-1290

Comentários