Menu

segunda, 28 de setembro de 2020

Banestes segue a tendência e baixa juros de diversos produtos

Após queda da Selic, Banco decidiu alterar os juros

de alguns produtos e já prepara outros cortes

A notícia de economia da semana é a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central de baixar os juros de 10,25% para 9,25% ao ano. É o sétimo corte seguido na Selic e é a primeira vez desde 2013 que a taxa cai um dígito.

Acompanhando a queda da Selic, o Banestes mais uma vez decidiu reduzir suas taxas de juros. O crédito pessoal, que já havia tido uma redução em março, saiu de 2,65% e agora será a partir de 1,90% ao mês.

O microcrédito e o financiamento para veículos também estão com taxas menores. O primeiro saiu de 1,80% ao mês para a partir de 1,50%. O financiamento de veículo caiu de 1,60% para 1,30% ao mês.
Outros produtos oferecidos pelo Banco terão seus juros reduzidos, como o crédito imobiliário, que terá novas taxas já no início de agosto.

De acordo com o diretor-presidente do Banestes, Michel Sarkis, a redução das taxas de juros é importante porque contribui para o crescimento da economia do país e apoia pessoas e empresas a investirem.

– “Com juros menores, o acesso ao mercado de crédito aumenta e isso ajuda a melhorar a economia como um todo. O Banestes faz reajustes nas taxas frequentemente. Isso nos mantém competitivos e ratifica as nossas estratégias voltadas para construção de um relacionamento cada vez mais sólido e com mais benefícios para os clientes a médio e longo prazo”, declara.

O Banestes já possui muitas taxas dentre as mais baixas do país entre todas as instituições financeiras. 
O crédito consignado tem juros a partir de 1,55% ao mês; o financiamento imobiliário atua com taxa de 9,80% ao ano; para pessoa jurídica há financiamento para capital de giro com 1,25% de juros ao mês.

Com Elisa Rangel

Nota da redação: a ilustração é do Portal Don Oleari.A assessoria de imprensa ddo Banestes não forneceu ilustração para a chamada de capa. Apesar de ter sido informada sucessivas vezes das normas de edição do Portal.

Comentários