Menu

domingo, 17 de novembro de 2019

Kleber Galvêas: Cálice reaviva lendas de tesouros na Barra do Jucu, em Vila Velha/ES



Este cálice foi encontrado por Xaxá, marido de Marina e filho de Hildebrando, ao cavar para fazer o alicerce quando construiu sua casa no entorno da Pedra da Francesa, junto ao morro da Concha, na Barra do Jucu, Vila Velha/ES. 

O achado despertou lendas e especulações:

– por ficar próximo à grande fazenda dos Jesuítas em Araçatiba, pequena vila no município de Viana – Região Metropoliana de Vitória – onde os padres se reuniram e “enterraram seus tesouros”, ao serem expulsos do Brasil por ordem do Marquês de Pombal;

– também pela proximidade com o Morro da Concha, local onde o engenheiro francês Charles Baffet procurou, por mais de 20 anos, o tesouro da Catedral de Lima, Peru;


Praia da Barra do Jucu, Vila Velha/ES, vista do Morro das Conchas.

– e por ter sido encontrado em espaço onde no século passado morou uma empresária francesa, encarregada da exploração da turfa oleosa do Jucu, para o abastecimento de navios em Vitória. 

A turfa chegava à baía do Espírito Santo através do Canal dos Jesuítas.
O cálice parece ser de estanho e ter sido banhado a ouro. 

Apresenta decoração singela com linhas e pontos convexos, e tem dois furos obturados com chumbo ( Kleber Galveas).

Kleber Galveas é
pintor e agitador cultural

Sobre Charles Baffet, clique aqui:
http://www.galveas.com/PDFs/historia/charles_baffet.pdf

Comentários