Menu

quinta, 23 de novembro de 2017

Aqui Rubens Pontes: Meu poema de sábado / Crianças (Dzieci), Karol Wojtyla (*)

Na foto, o registro da chegada do Papa João Paulo II ao bairro São Pedro, em Vitória/ES, acompanhado do então governador do ES Albuíno Azeredo.

No ano de 1991, duzentos mil capixabas se reuniram na praça que tomaria o nome do Pontífice para participar de uma solenidade que iria marcar na nossa História a visita do Papa João Paulo II ao Espírito Santo.

João Paulo II foi um Papa singular. Intelectual, erudito, revolucionário, poliglota: falava italiano, francês, alemão, inglês, espanhol, português, ucraniano, russo, servo-croata, esperanto, grego clássico e polaco, sua língua materna.

Percorreu 129 países levando com humildade sua palavra conciliadora a todas as religiões cristãs. A vida e a obra de João Paulo II são familiares a todos nós. Mas nem todos, mesmo os que admiram sua cultura, evidenciada ao longo de sua vida, identificariam como dele o nome Andrzej Jawien, pseudônimo do poeta que na juventude também ele fora.

Vitória, 1991 (Foto: Nestor Muller/ A Gazeta – 19/10/1991)

 

Neste mês de outubro, o dia 22 celebrou sua festa litúrgica. O Portal Don Oleari e a Rádio Clube da Boa Música se associam às homenagens prestadas à memória do Santo João Paulo II, morto em abril de 1005 e canonizado em 2014 pelo Papa Francisco.

Neste sábado de Primavera, proponho que cada um de nós reze a oração comum a todas as religiões cristãs, o Pai Nosso, em sua memória, e a leitura de um dos seus poemas Dzieci (Crianças), marcado por sua atemporalidade. Rubens Pontes”.

 

 

 

CRIANÇAS

(Dzieci)

Karol Wojtyla (*)

 

Crescem improvisadamente do amor
E depois, de repente, adultos,
Vagam de mãos dadas na grande multidão.
Coração capturado como pássaros
Perfis desbotados no crepúsculo.
Sei que no coração deles pulsa toda a humanidade.
De mãos dadas sentam-se calados nas margens
Do tronco de árvore, terra ao luar.
Triângulo que arde no sussurro inacabado
Ainda não se dissipou a nevoa.
Corações de crianças pairam sobre o rio.
Pergunto:
Serás sempre assim
Quando se levantarem e forem embora?
Ou de outra maneira?
Uma taça de luz inclinada entre as plantas
Revela um fundo ainda desconhecido.
Sabereis preservar o que em nós teve inicio?
Separareis sempre o bem do mal?

(+) João Paulo II

Rubens Pontes

é jornalista, radialista,

poeta, escritor, prosador

Em 1991 o Papa João Paulo II veio à Vitoria, capital do Espirito Santo, onde rezou missa acompanhado de um Coral de 170 vozes.

Comentários