Menu

segunda, 21 de outubro de 2019

Stampa apresenta ícones do design em dez ambientes da Casa Cor

Casa Cor ES 2017

Peças como a nova linha Zina, de Zanini de Zanine, e a poltrona Zózimo (foto), de Ronald Sasson, além de poltronas ícones de Sérgio Rodrigues, marcar a presença do design na Casa Cor 2017

Além de assinar uma galeria com peças ícones do designer Jader Almeida, a Stampa participa de dez ambientes da Casa Cor Espírito Santo 2017, sendo seis com exclusividade: O Clube do Apreciador, de Letícia Finamore; a Casa Galeria, de Juliana Amaral e Roberta Toledo; a Casa Empresa, de Marcela Grasselli e Kassio Fontoura; o Loft Miami, de Sérgio Palmeira, o Studio da Mulher Moderna, de Ximene Villar e a Casa Hotel de Márcia Paolielo e Cintia Chieppe.

Cada um destes ambientes foi pontuado por peças ícones do design apresentado na Stampa e na Tidelli. O Clube do apreciador, de Letícia Finamore, é uma verdadeira galeria de peças do gênero, como o lançamento da linha Zina de Zanini de Zanine, composta por poltronas, banquetas e mesas da coleção.

Filho do lendário arquiteto Zanine Caldas, Zanini de Zanine carrega o gene savoir-faire para o desenho. A poltrona Zina (foto) mistura materiais antagônicos e complementares entre si como o aço carbono, veludo e madeira maciça. O acento em formato de circunflexo parece flutuar sobre a estrutura.

O Loft Miami, do designer de interior Sérgio Palmeira, tem como destaque a Poltrona Zózimo, feita em latão e assinada por Ronald Sasson. Uma peça extremante marcante e super bem posicionada no ambiente, de forma a dar a identidade cosmopolita e de intensa relação com o design que a cidade da Flórida carrega.

Como o nome insinua, a poltrona Zózimo é uma homenagem ao jornalista e colunista social Zózimo Barroso do Amaral, que retratou em suas colunas a época de ouro do Rio de Janeiro, com a Bossa Nova, o Copacabana Palace, em pleno Regime Militar, do qual o jornalista foi crítico ferrenho.

Os traços retos da peça remetem ao concretismo comum à época do jornalista.

– “Comecei minha carreira como artista plástico e ingressei no design trazendo a arte junto ao aspecto industrial. A Zózimo é a primeira soltura de amarrara que me faz voltar às minhas origens de arte plena e livre”, revela Sasson, sobre sua inspiração para a peça.

O conforto acolhedor para um casal de executivos que passa o dia trabalhando e chega em casa e inevitavelmente leva um pouco da empresa para casa no melhor estilo workaholic, mas ao mesmo tempo possui gosto apurado e necessita de contato com a natureza. Esse é o conceito da Casa Empresa dos arquitetos Marcela Grasselli e Kassio Fontoura, em que a poltrona Vivi ocupa lugar de destaque.

A peça, segundo Fernando Mendes, discípulo de Sérgio Rodrigues, é uma homenagem a uma importante figura da sociedade, Vivi Nabuco. De estrutura redonda, a cadeira é resultado das muitas brincadeiras de Sérgio Rodrigues (1927-2014), que resultou numa peça descontraída e que reforça a maestria do designer com as formas.

Uma casa que conecta histórias, idealizada para quem aprecia arte, design e mobiliário assinado, é o conceito da CASA GALERIA, das arquitetas Juliana Vervloet do Amaral e Roberta Toledo.

No entorno da mesa do espaço gourmet do ambiente, quatro cadeiras Cantu, de Sérgio Rodrigues, premiadas no Concurso Internacional do Móvel na Itália. A mesa de centro Ganache, de Ronald Sasson possui 22 prêmios nacionais e internacionais.

A parceria com a Stampa está ainda na cortina Silhouette, da Hunter Douglas, que possui um sistema invisi-lift, de claridade e transparência ideal para apreciar a vista do porto de Vitória.

A Stampa está presente, ainda, no STUDIO DA MULHER MODERNA, de Ximene Villar, com a poltrona Kei, de Marcelo Ligieri. A peça foi premiada no IF Design Award 2016, e no Prêmio Museu da Casa Brasileira 2015.

Na CASA HOTEL de Cintia Chieppe e Márcia Paolielo destaque para a poltrona Stella (foto), importante peça de Sérgio Rodrigues. Trata-se de um clássico do mobiliário de Sérgio, criada em 1956 e reeditada em 2001.

A peça é em couro com estrutura em madeira e se apresenta como uma peça comportada e modernista. Outra peça em destaque é a edição comemorativa de 10 anos da cadeira Bossa (à direita) de Jader Almeida onde foram produzidas 300 unidades em madeira Ash.

– “A Bossa chega na sua primeira década com o mesmo ou maior vigor de quando lançada. É o tipo de produto que quanto mais o tempo passa, mais dele gostamos”, cita Jader Almeida.

A loja também colaborou com o concurso Archaton, que elegeu o trio de arquiteto Louise Azevedo, Roberta Gagliano e Sillas Nickel para o Lounge de Eventos, com uma curadoria de peças descoladas, confortáveis e práticas.

A Stampa está na Casa Cor 2017 com cerca de 250 peças – poltronas, cadeiras, mesas de jantar, centro e apoio, sofás e luminárias e cortinas.

Serviço
Stampa – Av. Desembargador Santos Neves, 25, Santa Lúcia, Vitória/ES.
@Stampaonline
www.stampaonline.com.br

Danielle Ewald

Comentários