Menu

quarta, 23 de outubro de 2019

Aqui Colatina: Nilo Tardin / Colatinense Fernando Guerra, da Equipe Racer, é bi-campeão de motovelocidade

O colatinense Fernando Guerra da Equipe Racer sagrou-se bi-campeão invicto do Campeonato Mineiro de Motovelocidade Superbike Pró, disputado no Autódromo Internacional de Curvelo, cidade a 167 km de Belo Horizonte (MG).

O piloto ‘Rei das Gerais’ conquistou o título inédito no final da tarde deste domingo, 5, ao vencer a grande final no Circuito dos Cristais – o maior complexo esportivo motorizado da América Latina – na categoria de 1.000 cilindradas.

Agora Fernando Guerra é o consagrado campeão capixaba em duas rodas a vencer as provas do Grande Prêmio (GP) de 2016 e 2017.

A competição deste ano contou com 25 corredores de todo Brasil no traçado de 4.420 metros do autódromo mineiro, a pista é novinha e reconhecida pela segurança. Segundo Fernando Guerra foram 10 voltas a quase 300 km até botar a mão na taça.

De volta para casa em Vila Velha/ES, na Grande Vitória, onde vive atualmente, Fernando Guerra contou por telefone ao nosso Diário Digital Seis Dias, ainda na estrada, que largou na primeira fila, pois foi o piloto mais rápido nos treinos. Porém no meio da corrida uma das motos estourou o motor a 270 km/h e pôs o piloto colatinense em perigo.

– “A moto explodiu num dos pontos mais velozes do circuito. Liderava a corrida. Passeio pelo óleo. Não caí. Atravessei três caixas de brita por cerca de 200 metros. Quase bati no muro. Passei na reta final e recebi a bandeirada vermelha. Sinal de que teria uma relargada. Fui prejudicado por que estava 16 segundos na frente. Mesmo com os pneus sujos de óleo consegui chegar à frente com cinco segundos de vantagem”, disse.

Agora o bi-campeão colatinense diz que pretende se organizar para enfrentar o campeonato brasileiro, o Superbike Brasil. A competição possivelmente será em Goiânia. Ele destaca que mesmo na liderança invicta do Circuito dos Cristais, o resultado não soma pontos no brasileiro.

O piloto Fernando, que sempre corre com o número 913, relata que a sua Kawasaki 1000 cc batizada de ‘Bambu’, mesmo com os pneus impregnados de óleo aguentou o tranco.

– “O certo seria trocar os pneus, mas por falta de recursos impediul. Mesmo assim conseguimos a vitória”, comemorou.

Recentemente ele foi homenageado na Câmara dos Vereadores de Colatina/ES. A Moção de Aplausos foi de iniciativa do vereador Tedinha. O troféu foi entregue pelo apoiador Alex Pretti.

Fernando revela que além de conquistar o bi-campeonato, venceu todas as poles e é consagrado na competição como o “Melhor Piloto do ES” junto com o piloto Rodrigo Dazzi. A escolha foi por estado. Competiram pilotos de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais.

 

Nilo Tardin é jornalista

Editor do diário digital Seis Dias

Colatina/ES

www.seisdias.com.br

Comentários