Menu

domingo, 27 de setembro de 2020

Tunico da Vila homenageia o pai Martinho no show “Tunico canta Martinho”

O repertório será diferenciado nos dois dias de apresentações. Tunico interpreta canções consagradas na voz do Martinho da Vila em seus 50 anos de carreira como “Disritmia”, “Meu “Laiaraiá”, “Ex-amor”, “Casa de Bamba”, “Madalena”, “Canta, canta minha gente” entre outras.

Serão apresentadas também composições autorais de Tunico com Martinho, “Pára de brincar comigo mulher”, “Um ai, ai pro meu amor” e clássicos da escola do bairro de Vila Isabel, onde os dois são compositores.

Tunico diz que o Espírito Santo possui uma memória afetiva com sua família:

-“Cantar aqui no Espírito Santo é emocionante para mim, é a terra do congo, da Madalena, vinha para cá desde pequeno, vivi a época de pesquisa dele na Barra do Jucu. O pai completa 80 anos em fevereiro, estão acontecendo homenagens para ele em todo o Brasil. Tenho muito orgulho da trajetória dele, de sua vida plena, produtiva e de entrega”, Tunico da Vila.

Histórico

Tunico da Vila começou a carreira como músico profissional aos 20 anos de idade, tocando na banda do pai Martinho da Vila. Percussionista consagrado, Tunico gravou seu primeiro álbum “Tunico Ferreira” (2003), que fez sucesso com a música “Nota de Cem”.

Em 2009, lançou seu segundo álbum ”Na cadência do Partido Alto” e em 2016 “O Velho de Oiá”. Em 2017 lança nas plataformas streamings a canção “É dia de Rede no Mar”, que canta a identidade e memória do povo do mar do Espírito Santo, disponível no Youtube, Spotify e Deezer.

Interpreta o samba-enredo “Festa no Arraiá” no novo CD de Martinho da Vila, que será lançado em janeiro do ano que vem, de sua autoria em parceria com Martinho e Arlindo Cruz. Fez carreira internacional, tocando em diversos países como Dinamarca, Portugal, Cabo Verde, França, Inglaterra, Suíça, Alemanha e Angola.

Tocou com Tito Paris, Jorge Degas, Tabanka Djaz, Luís Represas, Banda Maravilha, Ella Henderson e Kelly Rowland, onde fez arranjos de percussão para o vídeo clipe produzido por Spike Lee.

Orgulha-se de fazer parte de um movimento que levou a percussão brasileira para o exterior. É legítimo representante da cultura de Orixás, sendo ogã de atabaque e canto há mais de 30 anos do candomblé de Angola.

Como cantor fez show com sua banda e participações em diversos formatos, nas principais casas de samba do eixo Rio/São Paulo, como Bar do Tom (RJ), Carioca da Gema (RJ), Leviano (RJ), Sacrilégio (RJ), Teatro Rival (RJ), Espaço Refúgio (SP), Traço de União (SP), Bar Samba (SP), Teatro Guaíra (PR).

Agenda:

Tunico da Vila apresenta sambas clássicos do seu pai, o sambista Martinho da Vila, e composições autorais, no Spirito Jazz

Datas: 15 e 16/12 – sexta-feira e sábado
Horário: 21 horas
Local:R. Madeira de Freitas, 244, Shopping Via Cruzeiro Mall – Praia do Canto, Vitória/ES
Couvert R$30,00
Reservas (27)3019-0860

Com Déborah Sathler

Comentários