Menu

sbado, 21 de abril de 2018

Moda Muda: Elian Ramile Guimarães / Por que muitas vezes uma imagem fica dissonante?

Coral Mormons

Sou consultora de imagem pessoal e corporativa. Fiz uma palestra na Cesan – Companhia de Saneamento do ES – centrando na avaliação do conceito “figurino de coral” para os componentes e para entrega das peças que criei para o Coral das Águas.

Por que figurino? Apesar do termo “uniforme” ser o mais usado em grupos vocais corporativos, toda atividade artística em cena, se apresentando, veste-se de um figurino.

E faz diferença? Sim!  A maior diferença é a atitude perante a atividade. Quando usamos uniforme nos encaixamos em um conceito de trabalho, quando vestimos figurino nos preparamos para a cena.

Equale

Sabe a diferença entre colocar uma calça jeans e camiseta básica e um vestido de festa? É isso… nos vestimos de sentimentos e nossa atitude muda conforme cada composição visual.

Você é sempre o mesmo usando bermuda ou terno?

The Naked Choir

Para começar, falando de harmonia visual, o figurino deve ter uma mensagem clara do conceito do projeto artístico, em nome de quê ou quem ele está falando. Você sente quando vê.

A grande questão da harmonia visual é que ela existe nos detalhes.

Assim sendo, muitas vezes um simples batom vermelho em uma cartela de tons azuis pode provocar um “ruído” na imagem, caso não seja a proposta visual do “todo”. Estamos falando de coral, mas pode ser uma banda de música, uma peça de teatro, um comercial de TV, uma novela.

Voca People

Tudo o que representamos visualmente conta uma história e a parte visual possui códigos tão impactantes que nem precisam de palavras. Essa é a principal característica da comunicação não verbal.

E você? O que fala enquanto veste?

Elian Ramile

Consultoria de Imagem

55 27 981229444

https://www.facebook.com/pages/Elian-Ramile-Consultoria-De-Imagem/197837903610847

Comentários