Menu

quarta, 26 de setembro de 2018

Seminário em Vitória defende o fim da violência contra as mulheres

Hermínia Silveira Azoury

Os casos de agressão contra as mulheres são notícias recorrentes nos veículos de imprensa. Com o propósito de contribuir para a mudança deste cenário, a Rede Gazeta realiza o seminário “Pelo fim da violência contra as mulheres”, na próxima sexta-feira (9), na sede do grupo de comunicação em Vitória.

O encontro encerra a 10ª Semana Nacional da Justiça pela Paz em Casa, uma iniciativa do Supremo Tribunal Federal que tem como objetivo mobilizar a sociedade brasileira contra a violência doméstica e familiar. A mobilização teve início em 2015 e acontece no Espírito Santo pela quarta vez, com o apoio do Tribunal de Justiça do Espírito Santo e do Ministério Público Estadual.

O crescimento expressivo da quantidade de mulheres vítimas de violência aciona um alerta para a urgente necessidade de ações sociais que modifiquem essa realidade.

Claudia Garcia

– “A nossa intenção é informar, prevenir e estimular a ruptura de ciclos que impulsionam a ascensão desses números. Dar luz a esse tema é o primeiro passo e reafirma o nosso compromisso com a sociedade capixaba”, destaca a diretora de Transformação da Rede Gazeta, Leticia Lindenberg.

As inscrições para o seminário podem ser feitas no site www.redegazeta.com.br/seminariomulher. O evento tem vagas limitadas. Durante o ano de 2018, a Rede Gazeta vai realizar uma série de ações com objetivo de alertar, orientar e estimular que mulheres vítimas de violência procurem ajuda.

Pelo fim da violência

A partir desta semana, a Rede Gazeta apresenta uma campanha publicitária, matérias jornalísticas, rodas de conversa, seminários e outras iniciativas com a proposta de oferecer informação e serviços que mudem o rumo dessa história.

Ethel Maciel

– “A violência contra as mulheres não acontece de um dia para o outro, o que temos visto é que há uma história que normalmente começa por um relacionamento abusivo. Por vergonha, medo ou até desconhecimento elas não denunciam e ficam ainda mais vulneráveis. É preciso parar e mudar tudo isso”, conclui a gerente de Relações Institucionais da Rede Gazeta, Desiery Marchini.

Debatedores:

Mediadora: Fernanda Queiroz – Jornalista e apresentadora da CBN Vitória

Claudia Garcia – Promotora de Justiça e Coordenadora do Núcleo de Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher (Nevid)

Ethel Maciel – Vice-Reitora e professora da Ufes (Laboratório de Pesquisa sobre Violência Contra a Mulher no Espírito Santo – Lapvim/ES)
Ricardo Ferraço – Senador licenciado

Helena Pacheco Moraes – Subsecretária Estadual de Políticas para Mulheres

Hermínia Silveira Azoury – Juíza de Direito e Coordenadora Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Comvides)

Pablo Lira – Professor do Mestrado de Segurança Pública

Com Ismael Inoch

Comentários