Menu

quinta, 13 de dezembro de 2018

Dia Nacional da Adoção: vai adotar um? Aprenda a montar o enxoval de boas-vindas

 

“Os tutores de primeira viagem precisam preparar a casa para receber os novos moradores do lar”

Nesta sexta-feira (25) é comemorado o dia nacional da adoção. Adotar um bichinho de estimação é um gesto de amor, que fará bem ao tutor e ao pet, pois um poderá contar com a companhia do outro. Além do mais, você estará oferecendo um lar para um pet abandonado ou até vítima de maus tratos.

Caso esse seja o seu desejo, saiba que é necessário preparar o ambiente para a chegada do animal. Mais que carinho e atenção, ele vai precisar também de alguns itens indispensáveis para o seu bem-estar e segurança, dos quais a veterinária Manoela Pimentel (à direita) chama de enxoval de boas-vindas.

Em entrevista, ela contou que, assim como fazem os noivos e pais de recém-nascidos, os tutores de primeira viagem também devem providenciar um conjunto de objetos para o seu animalzinho. Conheça agora quais são esses produtos e monte a sua lista.

– “O enxoval pode variar um pouco do gato para cachorro, mas basicamente é composto por: vasilhas para água e comida, a ração especifica para a idade e porte, shampoo, uma casinha ou caminha confortável para dormir,  coleira com identificação e caixa de transporte, para aqueles que têm costume de viajar”, descreve.

Fora esses, existem outros itens que são indicados. Brinquedos e acessórios para distraí-los e um tapete higiênico ou caixa de areia para as necessidades fisiológicas são alguns deles.

– “Ter um cantinho fixo para fazer xixi e coco é importante, tanto para a rotina do animal, quanto para a organização e limpeza da casa”, cita Manoela.

Muitos donos não se preocupam com isso, no entanto, de acordo com a veterinária, o tapete higiênico é uma peça chave. Antes, só era possível encontrar o material descartável, ou seja, usou e jogou fora. Mas este ano foi lançado uma versão lavável, que pode ser aproveitado por mais de duzentas vezes.

– “Esse novo tapete possui três camadas. A primeira camada combate o odor, a segunda é responsável pela absorção de até 1,2 litro de xixi, e a terceira é impermeável e aderente ao piso, o que não permite deslizar”, explica Manoela. Para ela, essa é uma opção sustentável e com melhor custo benefício.

Já para os bichanos, a boa e velha caixa de areia é a melhor opção. Eles não conseguem deixar suas fezes à mostra e não sossegam enquanto não a enterram.

– “O ideal é que cada gato tenha a sua própria caixinha”, acrescenta. Ainda para eles, os arranhadores estão no topo da lista, e fazem muito sucesso.

Com Bruna Littig

Comentários