Menu

quarta, 26 de setembro de 2018

Tião Martins: Receita contra a mentira em época de eleição

 

Identifique os sinais físicos da  mentira

 

Todo o esforço exercido para sustentar uma mentira pode implicar em sinais físicos, uma vez que a situação gera incômodo e alterações faciais e corporais. Saiba como identificar e interpretar tais manifestações a fim de detectar a existência da mentira.

1. Posição da Cabeça

Um dos sinais de quem está contando uma mentira é a constante mudança da posição da cabeça, principalmente quando é interrogada sobre algum assunto do qual não quer falar.

Isso acontece porque a elaboração da mentira exige maior atividade cerebral e assim a pessoa é obrigada a ativar os dois lados do cérebro. Isso também acontece por uma reação psicológica de vergonha: quando você elabora a mentira sempre evita o contato visual.

2. Respiração

Mudanças no padrão da respiração, seja para um mais rápido ou mais lento, são sinais de ansiedade que estão presentes na criação de uma mentira, também pela expectativa se o outro irá ou não achar a história verídica. É possível lançar diversas perguntas a pessoa a fim de se avaliar como a respiração se comporta em cada uma delas.

3. Proteger o Corpo

A mentira, como foi dito, cria uma sensação de desconforto e perigo em quem a está criando, fazendo com que esta tenha a tendência de proteger seu corpo, mesmo que de forma inconsciente. Instintivamente, nestes casos o mentiroso toma atitudes como a de cruzar os braços.

4. Repetição de Frases e Palavras

O mentiroso está, no momento, em um complexo processo de elaboração de sua mentira, o que acaba fazendo com que ele repita muitas vezes as mesmas frases e palavras. Tal sinal acontece durante e memorização do roteiro de sua própria mentira para que saiba responder todos os fatos, na ordem correta e sem criar dúvidas a quem está sendo enganado.

5. Cobrir a Boca

Outra atitude comum em quem está mentindo é o ato de cobrir a boca. Este sinal é uma tentativa de bloquear a comunicação e escapar de ser descoberto. O comportamento é bastante perceptível quando o mentiroso só o repete ao ser indagado de maneiras bem específicas.

6. Mover os Pés

A criação da mentira gera imensa ansiedade e faz com que a pessoa mova constantemente seus pés. Ela provavelmente irá alternar o apoio dos pés com intervalos muitos curtos, enquanto tenta elaborar uma escapatória para determinada situação.

Mesmo se estiver sentada ela provavelmente irá mover as pernas de maneira pouco controlada e bem diferente do habitual.

Tião Martins

é jornalista

De Belo Horizonte, MG.

 

Comentários