Menu

tera, 11 de dezembro de 2018

Tião Martins: Einstein e o milagre

Tião Martins, de Belo Horizonte, MG.

Ninguém jura que aconteceu, mas dizem que Einstein acordou um dia com uma ideia novinha em folha na cabeça:

“Só há duas maneiras de viver a vida: como se nada fosse um milagre ou tudo fosse um milagre”.

Coisas do Einstein, que adorava criar frases do tipo “a vida é perfeita e maravilhosa, nós é que estragamos tudo”.

Dizem que ele se deliciava com a perfeição do céu, do sol, dos animais, dos peixes e até mesmo dos humanos.

Em resumo, o cara parecia mais feliz que 99% dos seres que se queixam de tudo: desde falta de dinheiro até dor de cabeça.

Não há notícias de que ele tenha se queixado também dos humanos em geral, que vivem reclamando de tudo. Uma coisa é certa: quem reclama de tudo está jogando fora o seu tempo e deixando de viver o que existe de melhor por aí.

Como o amor, por exemplo.

Há casais que passam a vida reclamando de tudo.

E o resultado é que acabam se tornando intoleráveis até para eles próprios.
Aqui entre nós, gente assim parece amar o inferno, de tanto que agride o mundo e as outras pessoas. Esses reclamantes habituais são chatos, vão se afastando de tudo e de todos e acabam se tornando intoleráveis.

Já a alegria pode até não garantir grandes coisas, mas produz sorrisos e gargalhadas e nos ajuda a levar a vida sem queixas e lágrimas.

Resumindo a comédia, Einstein tinha razão e era mais esperto que qualquer um de nós.

Um dia a gente aprende…

Tião Martins,

jornalista

Comentários