Menu

quarta, 14 de novembro de 2018

O Lobo Mau acusa o Caçador por morte da Vovozinha – Uma versão relembrada por Alvaro Nazaré

Uma fábula fabulosa (*)

(*) Título copigarfado do sábio Millôr Fernandes.

 

– “Ele tirou a pobre senhora já morta de dentro da minha barriga. Se tivesse chegado antes de eu ter engolido ela, ou quando ela ainda esperneava no fundo do meu estômago, ela não teria morrido”, afirmou o Lobo, enxugando as lágrimas.

A declaração foi feita durante uma caravana que o canídeo e sua alcateia promoveram para alavancar sua eleição a Rei da Floresta em 2018.

Num discurso emocionado diante de centenas de cordeirinhos, o Lobo Mau assegurou que “o bom cabrito não berra” e que “protestar contra as ovelhas negras que porventura tenham desviado verbas das universidades e empresas públicas é racismo”.

– “Essa menina, a Chapeuzinho, não tem credibilidade. Eu não confio nessa elite branca de olho azul que manda a filha ir sozinha no mato, de minissaia, levar cesta básica para a Vovozinha – uma idosa que vivia desamparada, possivelmente desempregada e sem aposentadoria, por causa das reformas trabalhista e da Previdência”.

O Lobo mau foi delirantemente aplaudido pelo pequeno rebanho quando negou qualquer envolvimento no sumiço dos Três Porquinhos.

– “Eu criei o Minha Casa de Palha Minha Vida, o Minha Casa de Pau Minha Vida e o Minha Casa de Pedra Minha Vida! Todas feitas com papelão da melhor qualidade!”

  • “Se os Três Porquinhos sumiram é porque devem estar andando de avião ou explorando o pré-sal!” – completou, evitando mencionar o escândalo da FriPorco e os três presuntos encontrados numa cabana que ele nega ser sua.

– “Esse Caçador me persegue! Diz que a cabana é minha só porque tem marca de pata de lobo mau no chão, tem pelo de lobo mau por todo lado e uma placa L.M. na porta. Por que não investigam a Rapunzel, que pode estar usando pantufas de lobo, ou a Bela Adormecida, que pode ter comprado um casaco de pele de lobo? Quem garante que a cabana não é de Lobão e Maria ou do Lequeno Molegar?”

O Lobo Mau afirmou, ainda, que é a alma mais ingênua da Floresta:

– “Fui vítima de abuso! Primeiro foi a Vovozinha que se enfiou pela minha goela adentro, contra a minha vontade. Depois, veio essa menina de minissaia, a Chapeuzinho, me assediando com perguntas maliciosas tipo “Nossa, que orelhas enormes! Pra que essa boca tão grande?” Vou processá-la por estrupo, por esturpo, por… por pedofilia reversa!”

Desenho de Millôr Fernandes.

Através de seu adevogado, Chicken Little, o Lobo Mau decidiu também pedir ao STF (Sublime Tribunal
da Floresta) que, em nome do politicamente correto, passe a se referir ao seu perseguidor como “Caçador do Mal”.

E confirmou que não acatará nenhuma decisão desfavorável em segunda instância no processo que
move contra o cordeiro que teria sujado, na foz do rio, a água que ele bebe na nascente.

 

Alvaro Nazaré é

economista, jornalista

Comentários