Menu

tera, 12 de novembro de 2019

Pesquisa do Sebrae revela que mais de 15 milhões de jovens querem abrir negócio próprio

 

Pesquisa do GEM 2017 do Sebrae/IBPQ (Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade) mostra que mais de 50% dos jovens desejam se tornar empreendedores

Os jovens brasileiros buscam cada vez mais a sonhada independência e ao invés de construir uma carreira profissional em uma empresa acabam se tornando empreendedores. Só em 2017, 50,8% dos jovens entre 18 e 34 anos – que totalizam 15,7 milhões de jovens – querem ser donos do próprio negócio, segundo a pesquisa GEM 2017 do Sebrae/IBPQ (Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade).

Conhecer o mercado que pretende investir é essencial antes de abrir o negócio, destaca o empreendedor e sócio da N1 Chicken Rafael Matos.

– “Analisar o mercado, o capital que deseja investir e identificar o tipo de negócio que deseja abrir são essenciais para ter ideia do que gostaria de trabalhar. Mas atenção para a rentabilidade do investimento e o potencial de desenvolvimento do mercado, ou seja, a maturidade do negócio faz toda a diferença na escolha da empresa”, revela.

Segundo o estudo, a taxa total de empreendedorismo (TTE) no Brasil foi de 36,4%. Em números absolutos, os empreendedores no Brasil chegam a quase 50 milhões de pessoas. O jovem Rafael alerta para o perfil do empreendedor.

– “É preciso saber analisar números, fazer planejamento, conseguir fidelizar clientes e trabalhar para aumentar esse quantitativo, mas acima de tudo, é preciso ter coragem para arriscar! Tudo parte de sonhar grande, de ser persistente e acreditar e trabalhar para o crescimento diário”, pondera.

Um terço dos adultos brasileiros é empreendedor ou está envolvido na abertura do próprio negócio, como mostra o estudo, mas a determinação é outro diferencial.

– “Viver pelo seu negócio, pelo que é seu, pelo aquilo que acredita, faz toda a diferença. Você dá o máximo quando a empresa é sua, porém o resultado que vai conseguir, depende só de você! O principal responsável por suas conquistas é apenas você!”, revela Rafael.

De acordo com o analista de Capacitação Empresarial do Sebrae ES Pedro Henrique Vianna, a instituição dispõe de diversas soluções que podem ir de encontro às necessidades que o empreendedor esteja passando na fase inicial.

– “A instituição tem promovido a capacitação desses jovens através de diversos cursos e oficinas, além de programas específicos, como é o caso de disciplinas de empreendedorismo e inovação, maratonas e outros produtos realizados em parcerias com Instituições de Ensino, a fim de desenvolver e potencializar as características empreendedoras. Quanto mais capacitado este jovem estiver, mais preparado ele enfrentará as barreiras de entrada impostas pelo mercado”, diz.

Denise Povoa e Lurdinha Perovano,

da Criar Comunicação Integrada

 

Comentários