Menu

quinta, 21 de fevereiro de 2019

Oswaldo Oleari: Perdemos. Brasil não podia perder um Ricardo Boechat numa hora dessas

 

“UM POVO COM MEDO NÃO MUDA O PAÍS”
(Ricardo Boechat)

 

Boechat e Barão, todas as manhãs na Band News.

 

Perdemos.

O Brasil perdeu.

E não tem outro Ricardo Boechat pra botar no lugar.

 

Os deuses, o Universo, tudo conspirou ontem contra o Brasil com a partida do Boechat.
Logo que vi a notícia, fiquei meiqui anestesiado. Fui pra tevê.

E levei horas pra ficha cair. Sem conseguir escrever uma linha pro Boechat.
Depois de tudo que vi e ouvi, discordei de todo mundo.

Disseram que Ricardo Boechat não tinha uma ideologia. Conversa fiada.

Como não? Ricardo Boechat não tinha uma ideologia.
Tinha várias.

A ideologia da coragem, a ideologia da decência, a ideologia da honestidade profissional.

A ideologia da justiça, a ideologia da verdade. A ideologia de ser independente.
A ideologia dos sem partido. A ideologia por um Brasil menos imbecil.
A ideologia do enfrentamento. A ideologia dos sem medo.
A ideologia dos não alinhados.
A ideologia do Humor.

A ideologia dos homens livres, sem ranços, sem igrejinhas.

Ricardo Boechat falava por mim. Falava por milhões de leitores, de ouvintes, de tele-vítimas.

O Brasil não podia perder um Ricardo Boechat numa hora dessas, em que aquele
ridículo “nós e eles” se inverteu.

Agora, o “eles” virou “nós” e o “nós” virou eles. E a dita direita guerreia a suposta esquerda – da qual a direita foi aliada até outro dia 31 de dezembro de 2018.

E Boechat furava esse bloqueio da burrice coletiva, postando-se acima e dizendo as coisas que milhões gostavam de ouvir.

A frase “os cemitérios estão cheios de insubstituíveis” não vale pra Ricardo Boechat.

Boechat é insubstituível.
Boris Casoy foi um pioneiro ao criar mini-editoriais nos tele-jornais.
Boechat ampliou a prática, que operou com maestria na televisão e no rádio.

Por trilhar essa linha tênue em que cada fato de cada momento determina uma posição, Boechat batia certo, justo, coerente. Por isso, acumulou grandes audiências.

E deixou o vazio de agora. O silêncio.

Boechat deixou o Brasil Varonil Céu de Anil órfão.

A Ciência poderia entrar em cena e providenciar um Clone do Ricardo boechat (Oswaldo Oleari ou Oleare).

 

Oswaldo Oleari ou Oleare,

jornalista, radialista, publicitário

Comentários