Menu

sexta, 15 de novembro de 2019

Secretaria de Agricultura do ES debate projeto de pesca com juventude rural

A Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca do ES (Seag) reuniu nesta quinta-feira em Vitória associações para discutir ações no setor de pesca, voltadas para a juventude rural (O.O).

Texto: Carlos Pereira e Luciano Vieira de Aguiar, da Assessoria de Imprensa SEAG

  • Nesta primeira fase de organização do projeto, foi criado um Grupo de Trabalho, composto por representantes de vários setores da agricultura e da pesca, que ficará responsável por coletar informações que possibilitem a criação de um diagnóstico da situação da juventude no Estado. Posteriormente, esses jovens responderão a um questionário, preenchendo com informações relacionadas às dificuldades encontradas por eles, bem como propostas e sugestões de melhoria.

O secretário de Agricultura, Paulo Foletto, falou da retomada dessa ação e a importância para os jovens.

– “Um dos programas que a gente pensou, ao assumir a Secretaria, era esse voltado à juventude rural e pesca, que já foi destaque na gestão anterior de Renato Casagrande e que agora estamos retomando. O Grupo de Trabalho constituído hoje irá realizar um questionário que será distribuído a toda a juventude rural e pesqueira do Estado. Dessa forma, serão definidas prioridades e ações concretas para que a gente possa, com parcerias, discutir os problemas da juventude”, disse.

Para o técnico da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado do Espírito Santo (Fetaes), Tadeu da Silva, o momento de estruturação do projeto permitirá ações que atendam a essa juventude.

  • “Eu vejo como uma esperança para a juventude rural. O governador Renato Casagrande e o secretário Foletto, nos convidaram para esse importante momento de organizar a juventude, olhando seus anseios. Eu vejo como algo muito positivo, a gente fazer com que as políticas públicas cheguem à juventude rural, lá na ponta”, afirmou.

O representante do Programa CNA Jovem, da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Celcino Barros, ressaltou que é um momento de os jovens pensarem na agricultura e na pesca.

– “É uma iniciativa muito importante do Governo do Estado, que começa a plantar sementes para o futuro. A intenção de trazer os jovens é de conscientizá-los sobre a importância de se pensar na agricultura e a pesca e trazer soluções para o meio”.

O coordenador das ações na Seag, Vinícius Costa, destacou a união dos setores para a realização de um melhor trabalho.

– “Reunimos diversas entidades da cadeia agropecuária e da pesca do Espírito Santo, com várias visões e demandas da juventude rural. Foi uma reunião bem produtiva, com a expectativa de que a gente consiga consolidar um trabalho que seja, de fato, abrangente e com representatividade”.

As pessoas ligadas ao setor da juventude rural e da pesca e que queiram contribuir com o projeto, podem preencher e auxiliar na divulgação do formulário que irá nortear as ações. É possível realizar o preenchimento do questionário até o dia 15 de novembro, no link, abaixo (criado no Formulários Google).

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScjeDDb-NDePWio6wy0JMtlYFUqkx6JhU3UgXFSA0RkRJJeNg/viewform?vc=0&c=0&w=1

Mais informações poderão ser obtidas pelo telefone 3636-3710 ou pelo e-mail [email protected]

Participaram ainda da reunião representantes do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), Secretaria de Direitos Humanos (Sedh), Secretaria da Educação (Sedu), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Instituto Federal de Piúma e de Itapina, Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo (Mepes), Cooperativa dos Agricultores Familiares (CAF), e Prefeitura de Santa Maria de Jetibá.

 

– Don Oleari – Na quinta-feira passada, estivemos num Dia de Piscicultura no Córrego do Chapéu, Domingos Martins/ES, no Sítio do Imperador, do Flavio Wruck. Um projeto concretizado, fantástico, em franca produção.

Comentários