Menu

quarta, 27 de janeiro de 2021

Chico Chagas: sertanejo universitário, música pobre de poesia, harmonia, melodia

Don Oleari – Panorama de Mercado –

 “Sertanojo”: o sub-produto musical
Tenho sido um crítico constante, repetitivo, insistente, desse mercado musical que eu e a amiga arquiteta Liane Azevedo Faria, de São Paulo, tratamos como “sertanojo” ou “breganojo” universitário.
Lí o texto do Chico Chagas e, confesso, que jamais tinha visto nada mais consistente, verdadeiro, sobre esse perecível produto sub-musical.
Reproduzo e aplaudo. E vou impistiá a inferneti, quinenqui disse ao Chico Chagas (Oswaldo Oleari Oleare)..
Por Chico Chagas

“Julgue um povo pela música que esse povo escuta” – Nietzsche (*).

(*) – Friedrich Wilhelm Nietzsche (Röcken, Reino da Prússia, 15 de outubro de 1844 — Weimar, Império Alemão, 25 de agosto de 1900) foi um filósofo, filólogo, crítico cultural, poeta e compositor prussiano do século XIX, nascido na atual Alemanha.

E você aí querendo estudar harmonia e improvisação kkkk, aqui não passa da 7ªm, seja tom menor ou maior.

Essa música nunca vai ser produto exportação. É ruim? Não, gosto não se discute.

É pobre de poesia, harmonia e melodia? Sim. O pior momento da música brasileira.

Se as pessoas soubessem o quanto uma música exportação pode render ao país em todos os sentidos, desde comercial ao social (mulher brasileira no exterior tem uma péssima reputação, por exemplo), começariam a repensar sobre o que escutar e consumir em seus lares, valorizando a boa educação e os bons costumes.

“Carinhoso” do Pixinguinha é uma música lucrativa desde que foi lançada, lucrativa no mundo todo. As da atualidade são completamente perecíveis, além de corroer nossa imagem, criando uma indústria que explora músicos e profissionais do ramo, adoecendo as mídias de massa, criando um cartel controlado pelos generais que não têm compromisso nenhum com a cultura, apenas com seus bilionários bens.

Essas músicas, em sua vasta maioria, não deixarão nada além de resíduos inúteis de uma cultura que se prostituiu e uma arte (música, poesia, dança e folclore) que foi massacrada pela ganância inconsequente dos homens que não amam o seu país. Pobre de nós músicos que preferiríamos ganhar dinheiro tocando outra coisa. “Julgue um povo pela música que esse povo escuta” Nietzsch

Chico Chagas, músico, professor

Veja aí um pouco da história de Chico Chagas:

Biografia

 

Comentários