Menu

segunda, 10 de dezembro de 2018

Projeto Peroá

Aqui Rubens Pontes: Meu poema de sábado – Monólogo das mãos, de Michel Montaigne

É aqueeelaaa históriaaa – a hilária “Proclamação” da República – Diagonal, coluna do Oleari

Aqui Rubens Pontes: Meu poema de sábado – Dos dias de cólera, de Luz Ribeiro

Wilson Coêlho: HOMEQUATO AA TORNAGEM

Seu corpo no horário de verão: Jéssica Polese, especialista em Medidicina do Sono

Wilson Côelho numa tradução de Clitoris (em qualquer inocência), poema de Fernando Arrabal – As Certinhas do Oleari + Poesia Erótica
Lia Motta no Circuito de Oralidades – Arte da Palavra no Centro Cultural Sesc-Glória
Walcyr Carrasco, da TV Globo, cria novela a partir de personagems e imagens de Afonso Cláudio/ES
Aqui Rubens Pontes: Meu poema de sábado – Recomeçar, de Carlos Drummonde Andrade; Sísifo, de Miguel Torga